Palestra destacou a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama

ee4c63da-c318-42a4-a5ab-e16bb75cb7dd

Ocorreu nesta quinta-feira (17), junto ao Centro de Artes de São Luiz Gonzaga, um evento alusivo ao Outubro Rosa – mês onde campanhas de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama em mulheres são intensificadas. A atividade contou com palestra ministrada pela médica ginecologista e obstetra, Norma Dutra.

De acordo com a médica, a palestra abrangeu público de diferentes idades, com foco na importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Ela defende a necessidade da realização da mamografia, sendo exame obrigatório a partir dos 40 anos, e indicado a partir dos 35 em casos que envolvam câncer em linhagens diretas, como avó, mãe e filha. “É necessário fazer uma investigação e buscar prevenir. Buscar os serviços disponíveis e adequados para o diagnóstico de possíveis casos”, explica. Na oportunidade ela elencou outros fatores de risco além da linhagem familiar, como por exemplo, tabagismo, depressão, sedentarismo, uso de drogas, entre outros.

Conforme a psicóloga Daiane Lopes, responsável pelos grupos de mulheres atendidos pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras), a iniciativa de promover a atividade surgiu da necessidade de levar informação as participantes dos grupos. O objetivo era promover o diálogo em torno das temáticas em torno do Outubro Rosa. “Trabalhamos com 16 grupos de diversos bairros. Esses temas voltado ao público feminino chama nossa atenção e não poderíamos deixar de alertar para a necessidade do cuidado com a saúde e da prevenção”, afirma. Para ela, as integrantes do grupo são figuras importantes dentro de seus núcleos familiares, de modo que se tornam exemplo em seus lares e, assim criam uma cultura preventiva a partir do diálogo proposto pelo evento.”

O evento foi desenvolvido em uma parceria entre a Secretaria Municipal de Ação Social, por meio do Centro de Referência e Assistência Social, juntamente com a Liga Feminina de Combate ao Câncer, Secretaria de Saúde e Hospital São José.

Nesta sexta-feira (18), se comemora o Dia do Médico. Norma elenca que o papel do médico é salvar vidas e, no entanto quando isso não possível, é preciso que o médico preste apoio e conforto espiritual aos familiares do pacientes.

Texto e fotos: Róbson Gomes/Rádio São Luiz

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email