Campanha de Vacinação contra o Sarampo segue até o próximo sábado (30)

Porto Alegre, RS - 05/07/2018  SMS, através da CGVS/EVDT, realiza bloqueio vacinal por suspeita de sarampo. Local: Cristal Tower - 17º andar Foto: Cristine Rochol/PMPA

Dia D da campanha de vacinação também terá testes rápidos para diagnóstico do vírus HIV. (Foto: divulgação)

A Campanha de Vacinação contra o Sarampo segue até o próximo sábado (30). Desde o início da campanha, a Secretaria Municipal de Saúde tem adotado uma série de ações em toda a cidade a fim de facilitar o acesso à imunização.

A segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo é voltada para jovens de 20 a 29 anos. A campanha vem para rastrear o cartão de vacina das pessoas, uma vez que esse público-alvo é o de maior incidência nos casos de sarampo registrados no país.

Atualmente, o adulto de 20 até 29 anos deve ter registrado no cartão duas doses da vacina contra o sarampo. Muitos adultos desta faixa etária têm apenas uma dose, o que não assegura a proteção contra o vírus. Com a campanha, os vacinadores da secretaria municipal de saúde verificam o cartão das pessoas, vacinam se necessário e garantem que a população são-luizense ficará protegida.

Dia D

A mobilização nacional do Dia D acontecerá neste sábado (30), último dia da campanha. Para atender toda a população que faz parte do público-alvo, todos ESFS e Posto de Saúde estarão atendendo das 8h às 17 horas.

1° de dezembro-Dia Mundial de Luta contra a Aids – Uma bandeira de histórias e conquistas

Para marcar a passagem do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, além da vacinação também será oferecido nas unidades de saúde teste rápido para diagnostico do vírus HIV. Esta ação de triagem é crucial para iniciar o tratamento no momento mais favorável. A secretaria Municipal de Saúde objetiva o diagnóstico e o início precoce do tratamento, antes mesmo do surgimento dos primeiros sintomas da doença, refletindo na redução da mortalidade e a morbidade pelo HIV.

Hoje é possível viver como HIV, mas a Aids ainda é uma realidade. Atualmente, 75% das pessoas vivem com o vírus e conhecem seu estado sorológico. A meta da ONU é garantir que até 2020 esse número chegue a 90%, e desses, pelo menos 90% dessas pessoas recebam tratamento e entre os que recebem tratamento, 90% tornem indectáveis-estado em que a pessoa não transmite o vírus e consegue manter qualidade de vida sem manifestar os sintomas da Aids.

Dia 30 procure a unidade de saúde. O município pensando na saúde da população.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email