João Iuri divulga aplicação de recursos em infraestrutura e a pauta da insalubridade para agentes de endemias

Vereador João Iuri (Cidadania). Foto: Emerson Scheis/Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

O vereador João Iuri de Oliveira, do Cidadania de São Luiz Gonzaga, participou do programa Olho Vivo desta quarta-feira, 3, para comentar ações relacionadas a sua atuação parlamentar. Ele divulgou, por exemplo, a aplicação de recurso em horas máquinas no Rincão de Santana, emenda para infraestrutura nos Bairros Duque e Paz e a busca dos 20% de insalubridade para os agentes de endemias.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

João Iuri iniciou a entrevista comentando sua participação na inauguração do acesso asfáltico a São Lourenço das Missões, sua comunidade de origem, comemorando a conquista e informando que tem acompanhado de perto o projeto que trata da complementação da pavimentação, por parte do município, até a Escola Terezinha Medeiros Schneider. O vereador também disse que moradores do Rincão de Santana, comunidade vizinha, fizeram elogios para o trabalho das horas máquinas terceirizadas, totalizando 22 quilômetros, que tiveram aporte de sua emenda, no valor de 56 mil reais. O parlamentar comentou que vai sugerir que na próxima licitação de horas máquinas se inclua também a zona urbana de São Lourenço.

Outra tópico da entrevista de João Iuri foi a destinação de R$ 2.225.000,00 da deputada federal Any Ortiz, também do Cidadania, para 14 municípios da região. Desse montante, 300 mil serão para a infraestrutura urbana de São Luiz Gonzaga, contemplando a Travessa Missões, em toda a sua extensão, no Bairro Duque de Caxias, e a Rua Barão da Passagem, entre a Quintino Bocaiúva e a Bento Gonçalves, na Paz.

A cedência de uma nova área para os praticantes de arrancadão em São Luiz Gonzaga também foi abordada pelo vereador. João Iuri havia encaminhado um anteprojeto de lei para que eles pudessem utilizar a área do Parque Centenário, que agora foi doada ao Instituto Federal Farroupilha. O parlamentar reconheceu a importância do investimento e disse que estão sendo discutidas novas possibilidades de local para o grupo, incluindo uma área próxima ao aeroporto.

Por fim, João Iuri comentou que tem cobrado a Secretaria de Planejamento para que o parecer sobre a insalubridade para os agentes de endemias, na casa dos 20%, seja baseado no laudo da empresa terceirizada, que foi favorável ao adicional. O objetivo é que a partir do parecer possam ser realizadas as portarias e, por fim, implementado o pagamento dessa insalubridade.

Fonte: Rádio São Luiz