Cultura

Reunião com representante do Iphan busca dar celeridade às obras no Centro Histórico de São Luiz Gonzaga

Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

Foi realizada na manhã de quarta-feira, 12, na Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga, uma reunião técnica que tratou sobre a liberação de obras que estão temporariamente paradas no Centro Histórico do município.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Participaram da reunião o presidente do Legislativo, vereador Francisco Lourenço, empresários e o arqueólogo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Filipi Pompeo. A arqueóloga do município, Raquel Rech, também esteve presente.

O assunto é discutido há bastante tempo e há uma cobrança da classe empresarial, moradores e do próprio poder público para que sejam agilizadas as liberações para o andamento das obras. O entendimento é que é preciso ser conciliada a preservação da história com o desenvolvimento econômico.

O próprio poder Legislativo é uma das esferas interessadas nessa liberação, pois está com o projeto de construção da sua sede própria pronto, mas aguarda o aval do Iphan para dar continuidade ao processo licitatório.

Fonte: Rádio São Luiz com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

Olívio Dutra é o entrevistado do programa Campereando desta semana

Foto: Evelise Oliveira/Rádio São Luiz

Nesta quinta-feira, 13, pelo canal da Rádio São Luiz no YouTube, a partir das 20h, vai ao ar a entrevista com Olívio Dutra. O são-luizense que foi deputado constituinte, prefeito de Porto Alegre, governador e ministro das Cidades, cargos exercidos de 1987 a 2005, aceitou o convite para falar neste programa que busca levar conteúdo relevante e diversificado a sua audiência.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O foco da entrevista será o aspecto cultural, mas como não poderia ser diferente, pelo seu histórico, também serão discutidas questões políticas, econômicas e aspectos sociais que impactam a vida da sociedade gaúcha. Serão relatos de sua história pessoal, com memórias de sua trajetória pública.

A entrevista de Olívio, além de exibida no canal da Rádio São Luiz no YouTube, vai ao ar pela frequência 100.9 FM nesta sexta-feira, 14, a partir da segunda hora do programa Olho Vivo. A apresentação é de Luiz Oneide.

Fonte: Rádio São Luiz

Coletivo Universo Feminino coloca em prática o projeto “Mala Literária”

Foto: Freepik

A professora Guiomar Terra, presidente do Coletivo Universo Feminino, participou do programa Expressão Livre desta terça-feira, 11, para informar o início das atividades do projeto “Mala Literária”. Essa ação começa oficialmente nesta quarta-feira, 12, com o envio das publicações para as escolas estaduais São Luiz e Polivalente.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Guiomar, ao lado das colegas professoras Ivone Avila, Neiva de Melo, Noeli Schnorrenberger, Solange Battirola, Teresina Ferreira e Vânia Coimbra, pensaram neste projeto com o intuito de diminuir a violência, especialmente contra as mulheres, que é o foco de atuação do grupo. “Pensamos em como contribuir para fazer esse mundo melhor, e dentro das nossas possibilidades, escolhemos melhorar os meninos e as meninas”, explicou Guiomar sobre o surgimento do projeto.

As “Malas Literárias” serão uma forma de transmitir aos alunos leituras das próprias autoras, que refletem sobre a mulher. Como forma de homenagem, neste ano de comemoração do centenário de Jayme Caetano Braun, também haverá uma “mala de garupa” com obras do pajador. O que se busca, em resumo, é destacar a importância da literatura.

Caberá aos professores, em sala de aula, trabalhar sobre as obras dispostas nas “Malas Literárias”. A expectativa é que até o fim do ano o projeto tenha percorrido todas as escolas do município e, no futuro, possa ser expandido para a região.

Fonte: Rádio São Luiz

Ministério da Cultura abre edital para bolsas com vagas para São Luiz Gonzaga e região

Foto: Freepik/Ilustrativa

O Ministério da Cultura (MinC) lançou um edital para seleção de Agentes Territoriais de Cultura com vagas para Cerro Largo, São Luiz Gonzaga, Santa Rosa, Ijuí e Santo Ângelo. No Rio Grande do Sul são 43 vagas divididas por diferentes regiões e municípios do estado. Os agentes selecionados vão receber uma bolsa de R$ 1,2 mil por mês.

Receba nossas notícias pelo WhatsAp

Além da bolsa, os editais preveem um auxílio de inclusão digital de R$ 25 mensais por até 12 meses e auxílio de R$ 1 mil para garantir acesso a equipamentos eletrônicos, como celular, em parcela única. As pessoas selecionadas também vão passar por cursos de formação e para desenvolver ações culturais em suas comunidades. Entre os temas que serão tratados estão: educação popular, valorização da diversidade cultural, étnico-racial e regional, além de combate à discriminação.

No total serão 20 horas semanais, dividas também em planejamento e orientação, articulação e mobilização e horas de sistematização. As atividades serão realizadas em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-grandense (IFSul) e o Programa Nacional dos Comitês de Cultura (PNCC). O edital também prioriza a inscrição de mulheres, jovens entre 18 e 29 anos, pessoas pretas e pardas, indígenas, pessoas com deficiência, quilombolas e pessoas transexuais.

Confira todas as informações no edital (disponível neste link). As inscrições vão até o dia 10 de junho, próxima segunda-feira, no site do Ministério da Cultura (neste link).

Fonte: Rádio São Luiz

Campereando recebe o professor e payador Orci Machado

Foto: Rádio São Luiz

O programa Campereando da Rádio São Luiz FM 100.9 recebe nesta semana o professor, declamador e payador Orci Machado. Com uma atuação voltada para a arte missioneira, na entrevista Orci conta detalhes sobre algumas de suas obras, além de diversos aspectos sobre a história e cultura regional.

Receba nossas notícias pelo WhatsAp

Renomado professor, Orci Machado também possui destaque como declamador e payador com diversas obras gravadas, abordando diferentes elementos da história e a relevância da arte missioneira. A entrevista com o Orci vai ao ar às 20h no canal do YouTube da Rádio São Luiz. Nesta sexta-feira, 7 de junho, a conversa continua durante o programa Olho Vivo.

Fonte: Rádio São Luiz

Idealizada por Jorge Guedes e Família, live show arrecada doações para vítimas das enchentes

Live show foi realizada no último final de semana – Foto: Clio Luconi

Na última sexta-feira, 31 de maio, São Luiz Gonzaga foi palco para a live show Missioneiros Pelo Rio Grande. A iniciativa foi idealizada pelo grupo Jorge Guedes e Família e reuniu diversos artistas da música regional em prol da arrecadação de doações para as pessoas afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Segundo divulgado pelos organizadores do evento, o total de recursos arrecadado chegou próximo a R$12 mil, dinheiro que será revertido em donativos para os municípios mais atingidos pelo desastre. Participaram da live show: Mano Lima, Miguel Marques, Cleverson Oliveira e Família, Ases do Fandango e Jorge Guedes & Família. Além das participações do payador Orci Machado e Mauro Notargiacomo.

De acordo com a família Guedes, a prestação de contas sobre o evento será feita por meio das redes sociais. Em nota, o grupo lembrou da necessidade de manter a solidariedade e agradeceu às pessoas que tem colaborado com a iniciativa. “A chegado do frio também é um agravante, sendo um fator que dificulta ainda mais a situação das pessoas afetadas. Por isso é importante todo e qualquer tipo de doação nesse momento de urgência. Vários  colaboradores se somaram a causa dos Missioneiros Pelo Rio Grande, e se juntaram a essa corrente solidária”, diz o texto da nota.

Fonte: Rádio São Luiz

Doações coletadas no Arroz Solidário somam 800 quilos em dia de celebração e solidariedade

Evento também contou com apresentações artísticas – Foto: Divulgação/Secretaria de Turismo e Cultura

A celebração do aniversário de 144 anos de emancipação e 337 anos de fundação gerou um corrente de solidariedade. O Arroz Solidário realizado nesta segunda-feira, 3 de junho, serviu para arrecadar cerca 800 quilos em doações que serão destinadas para as vítimas do desastre climático no estado.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Em entrevista à Rádio São Luiz FM 100.9, o secretário de Carlos Sidinei Ferreira comemorou o sucesso do evento, mesmo diante do frio e de garoa na parte da manhã. “Não vai ser só uma semana, um mês, porque até nossos irmãos conseguirem se ajeitar, ajeitar sua casa e família, nós vamos ter que dar esse suporte”, comentou ele sobre a necessidade de auxiliar as cidades em processo de reconstrução nos próximos meses.

O evento também reuniu artistas no Complexo Esportivo Cícero Cavalheiro, incluindo apresentações dos gaiteiros Jarbas Nadal e Cléverson Oliveira, da invernada juvenil do CTG Galpão de Estância e da banda marcial da URI São Luiz Gonzaga, além da declamação de uma poesia por José Dirceu Dutra, entre outras atividades esportivas e de serviços organizadas pelas secretarias locais.

“Nossa comunidade doou na maioria quilos de arroz, que era o alimento símbolo do nosso evento, mas também feijão, farinha, água e outros. Saímos satisfeitos com os resultados e agradecemos muito a todas as empresas e entidades parceiras que fizeram possível a programação”, afirmou Carlos Sidnei. Para as pessoas que não puderam comparecer nesta segunda, é possível levar as doações até o antigo prédio do “A Notícia”.

Fonte: Rádio São Luiz

Arroz Solidário mobiliza união da comunidade no aniversário de São Luiz Gonzaga

Barracas foram organizadas por entidades apoiadoras – Foto: Luiz Oneide/Rádio São Luiz

A solidariedade missioneira mobilizou a comunidade de São Luiz Gonzaga nesta segunda-feira, 3 de junho, data do aniversário do município. Em razão do desastre climático que atingiu o Rio Grande do Sul, os são-luizenses realizam uma demonstração de união, empatia e caridade durante o Arroz Solidário, evento que substituiu a tradicional Festa do Arroz Carreteiro neste ano.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Ao longo desta manhã, diferentes entidades, empresas e pessoas marcaram presença na Complexo Esportivo Cícero Cavalheiro. Com a distribuição de água e erva mate, o evento foi pensado como uma arrecadar doações, principalmente arroz, para as famílias mais afetadas pelas enchentes no estado. Deste modo, no aniversário de São Luiz Gonzaga, o presente e o foco principal esteve voltado para as necessidades do povo gaúcho.

As atividades tiveram início com um Pedal Solidário organizado pelo grupo Pró-Giro. Na sequência, foi realizada a abertura oficial com a presença de autoridades locais e a realização de uma partida de futebol, um Grenal Solídário entre veteranos da Associação de Promoção do Desporto e Lazer (APDL). Para a parte da tarde está previsto um pedal solidário entre crianças, além de apresentações da Invernada Juvenil do CTG Galpão de Estância e da Banda Marcial da URI.

Autoridades locais comentam celebração do aniversário com caráter solidário

Prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani (PP) elogiou os gestores e os membros da comunidade que ajudaram a formar o município. “Como povo missioneiro, sempre solidário, fizemos esse ato um pouco diferente, demonstrando solidariedade e fazendo a coleta de donativos”, destacou o chefe do Executivo sobre o Arroz Solidário.

Brondani disse estar contente com o crescimento do município e orgulhoso pelos seus oito anos de mandato a frente da administração do município. “Sou grato a esse povo que me escolheu”, acrescentou o prefeito, que agradeceu também aos secretários e entidades locais.

Em sua manifestação sobre a celebração do aniversário e o evento realizado na Praça Cícero Cavalheiro, o presidente da Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga, Francisco Lourenço (PDT) observou a importância da participação da sociedade civil para o município.

Sobre o espírito solidário, Francisco ressaltou a busca por dias melhores para toda a região e estado. O presidente do Legislativo também comentou sobre a sessão marcada para esta terça-feira, 4 de junho, e o esforço dos membros da casa para destinar recursos para obras na cidade.

De acordo com o vice-prefeito de São Luiz Gonzaga, José Antonio Flach (Piti) Werle (MDB), “São Luiz Gonzaga é um polo regional e isso que temos de comemorar”. O gestor convidou a comunidade para as atividades do aniversário de 144 anos de emancipação e 344 de fundação. Piti Werle também comentou sobre a responsabilidade e da busca por estimular a economia e o desenvolvimento local, principalmente após enfrentar dificuldades causadas pela pandemia, depois pela estiagem e agora pelas fortes chuvas.

Evento solidário estimulou doações para vítimas das enchentes no estado – Foto: Luiz Oneide/Rádio São Luiz

Fonte: Rádio São Luiz

Diversidade cultural marca 3° edição do Festival do Folclore de Campina das Missões

Grupos de danças de diversos locais se apresentaram no festival – Foto: Divulgação/Festival do Folclore de Campina das Missões

O município de Campina das Missões foi palco neste final de semana da 3° edição do Festival de Folclore Outono em Dança. O evento foi marcado por diversas apresentações artísticas na sexta-feira, 31 de maio, e sábado, 1° de junho. O festival contou com a participação de grupos de diferentes locais e que fizeram demonstrações da diversidade cultural de diversos países e regiões.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Ao longo dos dos dias do evento, foram feitas apresentações de danças árabes, com a Escola de Dança Endanz, de Ijuí, paraguaias, com o Ballet Panambi Rory, polonesas, com o Grupo Auresovia, e russas, com a presença do Grupo de Danças Troyka de Campina das Missões e o Grupo de Danzas Rusas Meteliza, da Argentina.

Além disso, o Ballet Ucraniano Kalena, o Grupo Rincón de Candomble, do Uruguai, e grupos de danças alemãs da região brilharam no palco do Salão Paroquial de Campina das Missões. O festival também contou com apresentação do solista mexicano Mario Carlos Álvarez Moran além de apresentações que exaltaram a cultura gaúcha e missioneira, com a participação do Fênix Grupo Folclórico, de São Luiz Gonzaga.

Grupo de Danzas Rusas Meteliza veio da Argentina para se apresentar – Divulgação/Festival do Folclore de Campina das Missões

Crianças do Grupo Troyka de Campina das Missões – Divulgação/Festival do Folclore de Campina das Missões

Grupo Fênix representou cultura missioneira e Guarani – Divulgação/Festival do Folclore de Campina das Missões

Fonte: Rádio São Luiz

São Luiz Gonzaga celebra 144 anos de emancipação e 337 anos de fundação

Arquivo/Prefeitura de São Luiz Gonzaga

O município de São Luiz Gonzaga celebra nesta segunda-feira, 3 de junho, o aniversário de 144 anos de emancipação e 337 anos de fundação. De origem missioneira, a cidade é reconhecida como a Capital Estadual da Música Missioneira e a Capital Gaúcha do Arroz Carreteiro. Atualmente, o município conta com 34.752 habitantes, segundo dados do último censo do IBGE.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Originalmente, o território de São Luiz Gonzaga era, assim como todo o Rio Grande do Sul, ocupado por etnias indígenas, principalmente os Mbyá Guarani. Com a chegada dos padres jesuítas à América, a redução de São Luiz Gonzaga foi fundada em 1687 pelo padre Miguel Fernandes, vindo da redução de Concepción, na Argentina.

O povoado que se formava cultivava diferentes produtos como algodão, trigo e milho. A disposição das construções obedecia o padrão jesuíta, com uma praça e Igreja ao centro e as demais edificações e casas ao redor. Durante muitos anos, a redução prosperou até o declínio com o final do período missioneiro após a assinatura do Tratado de Madri, em 1750, e a Guerra Guaranítica, com a expulsão dos jesuítas e indígenas pelos exércitos de Espanha e Portugal.

O território passou a ser alvo disputadas entre os dois países e também palco de batalhas da Guerra dos Farrapos. A partir de 1876, já sob domínio consolidado de Portugal, São Luiz Gonzaga passou a ser distrito de Santo Ângelo e, quatro anos depois, em 1880 alcançou a emancipação ao ser elevada a categoria de vila e depois a cidade. Nessa época, o local já contava com algumas edificações necessárias para que prosperasse.

Foi desta região que teve início o percurso da Coluna Prestes na década de 1920. O protagonismo político também se deu por conta da atuação de José Gomes Pinheiro Machado, senador que adotou o território e defendeu sua integração e desenvolvimento. Com uma economia voltada para a agricultura, o município cresceu e ficou reconhecido pela riqueza da terra e da cultura.

São Luiz Gonzaga é destaque na região das Missões e no Rio Grande do Sul por ter sido o berço de artistas de renome para a música como Jayme Caetano Braun, Noel Guarany e Pedro Ortaça. Entre as festas de destaque local estão a Expo São Luiz e a Festa do Arroz Carreteiro, neste ano substituída pelo Arroz Solidário como forma de arrecadar doações para as vítimas do desastre climático no estado, o que demonstra o espírito solidário, gentil e caridoso do povo desta terra.

Fonte: Rádio São Luiz

 

Músico são-luizense conquista prêmio de melhor instrumentista na 30ª Sapecada da Canção Nativa

Acordeonista foi destaque em festival realizado em Lages – Foto: Reprodução

O músico são-luizense Ricardo Comassetto conquistou o prêmio de melhor instrumentista da 30ª edição da Sapecada da Canção Nativa, festival de música nativista de Lages (SC). O evento acorreu nos dias 27 e 28 de maio, no Parque de Exposições Conta Dinheiro, Ricardo apresentou a música “Cordionita” em sua cordeona de botão.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Músico, instrumentista e arranjador, Ricardo começou sua trajetória na música aos 17 anos. É autor dos álbuns “Genuíno” e “Terrunho”, lançado recentemente com a participação de diferentes artistas. Ao todo, foram 16 composições apresentadas no Palco Nativista da Festa Nacional do Pinhão, na final do tradicional festival nativista da cidade catarinense.

A canção “Verso de Barro” foi a grande vencedora da Sapecada, com uma letra em homenagem ao Rio Grande do Sul. A canção foi composta por Marcelo Mendes e Rafael Ferreira, com música e interpretação de Mauro Silva. A canção foi escrita após o desastre climático e as enchentes que atingiram o estado.

Fonte: Rádio São Luiz

DN Carlos Bastos do Prado promove baile com “Os Monarcas” no dia 7 de junho

Divulgação/DN Carlos Bastos do Prado

O Departamento Nativista Carlos Bastos do Prado promove no próximo dia 7 de junho baile com animação da banda “Os Monarcas”. O evento faz parte de uma série de programações organizadas pela entidade e que foram detalhas em entrevista da professora Neiva Almeida e de Matheus Almeida, membros do Departamento, à Rádio São Luiz FM 100.9.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Segundo explicou Matheus, o baile do dia 7 também faz alusão ao dia dos namorados, data celebrada em 12 de junho. Na ocasião, a janta será um tradicional carreteiro e uma feijoada, as mesas podem ser adquiridas no valor de R$320 diretamente com membros da diretoria do DN ou pelos telefones: (55) 99706-2590 (Matheus) e (55) 99706-2768 (Sérgio).

Na entrevista, Neiva agradeceu a participação da população no Café Solidário promovido pela entidade no dia 17 de maio, com objetivo de arrecadar doações para as vítimas das enchentes no Estado. A professora e responsável pelo setor cultural comentou sobre a organização das invernadas para participar do JuvEnart 2024, marcado para ocorrer de 9 a 13 de outubro.

Em relação ao Enart, a etapa classificatória a nível regional será nos dias 6 e 7 de julho, em Santo Ângelo. “Estamos treinando bastante, com professores, coreografia e temática nova”, descreveu Neiva. Segundo ela, as datas do Enart ainda não foram definidas. Por fim, a professora convidou a comunidade para se integrar e participar das programações do DN ao longo do ano.

Fonte: Rádio São Luiz

 

João Ribeiro é homenageado no volume 31 da Série Amigos

Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz

O poeta, escritor e radialista João Ribeiro é o homenageado do volume 31 da Série Amigos, uma coletânea em prosa e verso editada pelo professor Luiz Henrique Borck. Este projeto, iniciado em 1997, surgiu da necessidade de criar obras coletivas para atingir a tiragem mínima de 500 exemplares, enquanto um autor solo vendia entre 200 e 300 exemplares. Para valorizar os autores, cada volume homenageia um escritor diferente.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Segundo o professor Borck, João Ribeiro sempre foi considerado um dos maiores valores do verso. Ele é e foi atuante em festivais como o “Canto dos Sete Povos” e tem canções gravadas por vários músicos e grupos de sucesso no estado. Nasceu em Jaguari, mas é são-luizense de coração.

Nos últimos anos, a relação entre o poeta e o editor se estreitou, levando ao convite para a homenagem, prontamente aceito por João. Trinta autores amigos foram convidados a participar e todos concordaram. A primeira tiragem esgotou rapidamente, e uma segunda edição está prevista para o final de junho.

O editor Luiz Henrique Borck destaca o sonho de publicar toda a obra de João Ribeiro, que possui centenas de trabalhos. João, tímido na exposição de seu trabalho, o realiza geralmente por solicitações e parcerias, mas deixa a entender no livro que pode vir a publicar uma obra completa no futuro.

A Série Amigos, conforme Borck, continuará com novas edições. O volume 32 homenageará uma escritora de Rio Grande, dado que o litoral tem se mostrado o maior mercado. Além da Série Amigos, Borck já publicou mais de 230 títulos como editor, em obras de autores solo.

Fonte: Rádio São Luiz

Representantes da AMM participam de Cúpula de Integração entre países do Mercosul

Representantes da região em encontro no Paraguai – Divulgação/Prefeitura de Caibaté

Uma comitiva da Associação dos Municípios das Missões (AMM) participou da III Cúpula de Autoridades, reunião de integração entre países do Mercosul entre eles a Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai. O evento foi realizado na última sexta e sábado, 24 e 25 de maio, em San Ignácio Guaçu, no Paraguai.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O objetivo do encontro foi estimular a integração e cooperação entre os países em prol do planejamento de ações para alavancar os 30 povos missioneiros. Concomitante à cúpula, também foi realizada a XIV Assembleia dos 30 Povos Jesuíticos-Guarani, na Universidade Católica de San Ignacio Guazú. O tema deste ano foi “Patrimônio Cultural e Sociedade”, evento organizado em parceria com o “Caminho das Missões”.

Estiveram presentes representando a AMM, a secretária de Educação, Cultura e Turismo de Caibaté, Marlei Leal Welter, a secretária do departamento de Turismo das Missões (Detur) e chefe de seção Cultura e Turismo Vivian Friederichs Copetti, o irmão jesuíta Celso Schneider, guardião do Santuário do Caaró, Leandro Lauermann, a secretária de administração de Bossoroca, Patricia Marques, além de Odelmar Fenner agente administrativo no município de Rolador.

Um dos temas do encontro foi a situação de calamidade vivenciada no Rio Grande do Sul, o que afeta a mobilidade e a logística de estradas, aeroportos, estações de transportes, logísticas de importações e exportações. O desastre também está mobilização a região das Missões em solidariedade às pessoas atingidas pelas inundações. “Façamos uma corrente humanitária, que sirva de exemplo, contudo ao exímio título e símbolo de cooperativismo que existiu nesta saga Jesuítica – Guarani, todavia, possamos juntos trabalhar, crescer e aprender a lidar com as extremas adversidades”, afirmou a secretária do Detur, Vivian Copetti, durante a Cúpula.

A reunião também serviu para convidar os diferentes países para as celebrações dos 400 anos de chegada dos Jesuítas ao Brasil, que será realizado em 2026 nas missões e em todo território do Rio Grande do Sul. Ao final do encontro, foi reeleito o presidente pré-tempore da Autoridade dos 30 Povos, o paraguaio Carlos Sartori.

Fonte: Rádio São Luiz com informações da prefeitura de Caibaté

Projeto Yakecan Vivá fará apresentações em Bossoroca e São Nicolau

Divulgação/Yakecan Vivá

O projeto artístico Yakecan Vivá fará duas apresentações na região das Missões. A iniciativa é composta por artista da Cia Circense Burzum e do Coral Guarani Jeguata Pyaú. A primeira cidade a receber o espetáculo será Bossoroca, nos dias 29 e 30 de maio, nesta quarta e quinta. Depois, nos dias 31 de maio e 1° de junho, a apresentações chegam em São Nicolau.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O principal objetivo das apresentações está em demonstrar a cultura Guarani e a arte circense. Em Bossoroca, os artistas vão realizar uma oficina a partir das 14h nesta quarta-feira, 29, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Josefina Ferreira Aquino. No dia seguinte, ocorre a apresentação aberta à toda a comunidade a partir das 18h, na Praça Porfírio Pereira.

Em São Nicolau, a oficina de artes será também a partir das 14h na Escola Municipal Padre Cristóvão de Mendonça, na sexta-feira, 31 de maio. No sábado, 1° de junho, a apresentação para a comunidade ocorre às 14h na Praça Padre Roque Gonzales.

O projeto Yakecan Vivá conta com financiamento do edital Pró-Cultura RS, do governo do estado do Rio Grande do Sul, além de patrocinadores e apoiadores.

Fonte: Rádio São Luiz

Festival Cultura de Fronteira está com inscrições abertas

Divulgação/UFFS

O Festival Cultura de Fronteira está com inscrições abertas para a quarta edição do evento. A iniciativa é organizada pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e busca promover as manifestações artísticas e culturais de alunos e servidores da instituição, além da comunidade regional. O prazo de inscrição vai até 10 de junho.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Neste ano, o Festival integra as comemorações dos 15 anos da UFFS em Cerro Largo, Chapecó, Erechim, Laranjeiras do Sul, Passo Fundo. Cada pessoa pode inscrever uma obra por categoria, sendo: artes cênicas; audiovisual – curta-metragem; desenho/gravura e pintura; fotografia; literatura: contos e poesias; e música.

O Festival será realizado de 5 a 16 de agosto, primeiro com etapas locais e depois uma etapa final no dia 18 de setembro do Campus Cerro Largo. A inscrição pode ser feita através de formulário on-line (disponível neste link). Também é necessário prestar atenção no regulamento disponível no site da Universidade (link aqui).

Fonte: Rádio São Luiz com informações de UFFS

Carlos Sidinei Ferreira explica detalhes do edital da Lei Paulo Gustavo e organização do Arroz Solidário

Secretário explicou detalhes do edital – Foto: Rádio São Luiz

O secretário de Turismo e Cultura de São Luiz Gonzaga, Carlos Sidinei Ferreira, concedeu entrevista na manhã desta segunda-feira, 27 de maio, para falar sobre a organização do Arroz Solidário e a publicação do edital da Lei Paulo Gustavo para financiamento de projetos culturais de artistas locais.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Segundo orientou Carlos Sidinei, em caso de dúvidas, os agentes culturais e interessados em inscrever projetos podem procurar a secretaria para entender todos os detalhes do edital. No total serão cerca de R$218 mil a serem distribuídos para projetos audiovisuais e relacionados ao cinema. O lançamento do edital era uma demanda da comunidade local.

Em relação ao evento do Arroz Solidário, evento programado para substituir a Festa do Arroz Carreteiro, cancelada em solidariedade às vítimas do desastre climático no Estado. O secretário destacou que o intuito da iniciativa está justamente em arrecadar doações, principalmente arroz e outros mantimentos, ou seja, não haverá distribuição do tradicional prato típico do município.

Durante o evento, marcado para o dia 3 de junho, haverá também uma exposição das secretarias municipais, além de outras atividades integradas e com caráter solidário. Além disso, Carlos Sidinei ressaltou que 42 entidades devem participar da iniciativa. Sobre a destinação, o secretário explicou que a intenção é enviar para a região metropolitana, mais afetada pelas enchentes.

A entrevista na íntegra está disponível no Facebook da Rádio São Luiz

Fonte: Rádio São Luiz

Músico Lauro do Bandoneón morre aos 74 anos de idade

Divulgação

Faleceu nesta segunda-feira, 27, aos 74 anos, o músico Lauro Inácio Rohte, o Lauro do Bandoneón. Ele era natural de Salvador das Missões, mas se estabeleceu em São Luiz Gonzaga há muitos anos.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A trajetória musical começou cedo, inicialmente tocando em bailes pela região. Depois, formou a dupla Lauro & Laídes, que resultou na gravação de CDs bastante apreciados pelo público. Teve, por 18 anos, um programa na Rádio Missioneira e era um dos participantes frequentes do Galpão de Estância, da Rádio São Luiz.

Além da música, Lauro também foi motorista de ônibus, dirigindo para a empresa Ouro e Prata e para a Carpenedo, onde se aposentou. Ele deixa esposa e duas filhas.

O velório ocorre na Funerária São Lucas. O sepultamentos será às 16h de hoje, 27, no Cemitério Municipal.

Fonte: Rádio São Luiz

Guarani das Missões celebra aniversário de 65 anos de emancipação nesta segunda

Divulgação/Prefeitura de Guarani das Missões

O município de Guarani das Missões celebra nesta segunda-feira, 27 de maio, o aniversário de 65 anos de emancipação. Conhecida como “Capital Polonesa dos Gaúchos”, a cidade conta 7.415 habitantes, segundo dados do último censo do IBGE. A colonização e a integração entre culturas é uma das marcas do município.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O nome Guarani faz referência aos indígenas que habitavam a região das Missões antes da chegada dos colonizadores. No atual território do município, esse processo teve início em 1891 com a chegada de colonos suecos. Logo após vieram os poloneses, que vieram a formar a maioria da população local, além destes também chegaram imigrantes italianos, alemães, russos, portugueses, tchecoslovacos, austríacos, espanhóis, ucranianos, entre outros.

Durante muitos anos, o distrito de Guarani pertenceu ao município de São Luiz Gonzaga. Após algumas mudanças de nome, em 1950 se fixou a denominação Guarani das Missões e nove anos depois, em 1959, o distrito foi elevado a categoria de município pela Lei Estadual nº 3.699/1959.

A economia local é voltada para a agropecuária, principalmente o soja, embora também se destaque pelas plantações de canola, girassol e linhaça. A Polfest, tradicional festa típica polonesa, é uma das principais atrações turísticas da cidade.

Fonte: Rádio São Luiz

 

Aberto processo de seleção de projetos da Lei Paulo Gustavo em São Luiz Gonzaga

Divulgação

Artistas e agentes culturas de São Luiz Gonzaga podem inscrever projetos para receber recursos da Lei Paulo Gustavo. O total de recursos a serem distribuídos é de R$ 218.231,62 para projetos audiovisuais. Cada pessoa ou entidade pode inscrever um projeto e o prazo para entrega dos documentos inicia nesta segunda-feira, 27 de maio, e segue até 21 de junho.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O objetivo do edital é incentivar a produção e manifestação artística e cultural de São Luiz Gonzaga. Para se inscrever, é necessário ser residente do municípios e observar toda os detalhes para concorrer as recursos no Edital de Chamamento Público n° 75/2024.

Existem também vagas previstas para ações afirmativas. Os artistas e agentes culturais também devem apresentar uma planilha orçamentária dos projetos. A execução das iniciativas precisa ser feita em 120 dias e obedecer critérios de acessibilidade.

A análise dos projetos será feita por uma comissão e baseada em critérios como impacto e relevância social. A entrega dos documentos para inscrição deve ser feita na Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de São Luiz Gonzaga.

Confira todas as informações e requisitos para os projetos no edital disponível neste link.

Fonte: Rádio São Luiz